Covid-19

Como será a vacinação contra Covid-19 a partir desta quarta-feira (19) em Porto Velho

A imunização por Coronavac para quem tomou a primeira dose foi anunciada pela Prefeitura de Porto Velho, que também divulgou a vacinação na quinta-feira (20). Campanha para quem tem comorbidades e acima de 50 anos continua.

Por Marcelo Winter - Rondônia Já

quarta-feira, 19/05/2021 - 07:00 • Atualizado 23:04
Como será a vacinação contra Covid-19 a partir desta quarta-feira (19) em Porto Velho
Vacinação contra Covid-19 em Porto Velho - Foto: Simone Winter

A Prefeitura de Porto Velho anunciou que está  retomando a aplicação da segunda dose da vacina Coronavac para as pessoas que estão com a imunização atrasada.

A vacinação será de acordo com o calendário abaixo, na quarta e quinta-feira (19 e 20), das 9 às 16h, no Centro Universitário da Fimca, na rua das Araras, 241, bairro Eldorado, zona sul da capital, próxima da BR-364, entre a Estrada dos Japoneses e avenida Jatuarana.

Segundo a Semusa vão ser atendidas as pessoas que tomaram a primeira dose até 21 de abril.

Nesta quarta-feira (19), a vacinação será aplicada em duas fases, manhã e tarde para evitar aglomerações.

  • Das 9h às 13h: pessoas vacinadas com 1ª dose do dia 01/04 até 06/04
  • Das 13h às 16h: pessoas vacinadas com 1ª dose do dia 07/04 até 08/04

 

Já na quinta-feira (20), a vacinação segue a seguinte ordem:

  • Das 9h às 13h: pessoas vacinadas com 1ª dose do dia 09/04 até 15/04
  • Das 13h às 16h: pessoas vacinadas com 1ª dose do dia 16/04 até 21/04

<<<Clique aqui para ler mais reportagens sobre Covid-19 em Rondônia>>>

Recebimento de vacinas Coronavac

Na tarde de terça-feira (18), a Prefeitura de Porto Velho recebeu do Ministério da Saúde 7.700 doses da vacina Coronavac para aplicar em pessoas que estão com a segunda dose em atraso por conta das pouca quantidade enviada anteriormente pelo Governo Federal.

Do que foi recebido, mil doses serão enviadas aos distritos de Porto Velho para atender o público que tem a segunda aplicação atrasada nessas localidades. O restante ficará na região urbana da capital para a campanha de imunização.

Segundo a gerente da Divisão de Imunização de Porto Velho, Elizeth Gomes, “As pessoas não precisam madrugar no local, não precisam se aglomerar, quem está contemplado nessas datas será vacinado”.

Triagem vacina comorbidades acima de 50 anos Uniron PVH – Foto: Marcelo Winter

Primeira dose para pessoas acima de 50 com comorbidades

Desde terça-feira (18) começou a vacinação contra Covid-19 para pessoas acima de 50 anos com comorbidades no Campus I da Faculdade Uniron na Av. Mamoré, zona leste da Capital das 09h às 16h.

Esta vacinação também prossegue durante esta semana, mas, a pessoa precisa comprovar que foi agendada através do aplicativo Sasi ou por e-mail.

As comorbidades que se enquadram na vacinação são as seguintes :

  • diabetes mellitus; hipertensão arterial sistêmica grave (de difícil controle e/ou com lesão de órgão-alvo); doença pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; doenças cardiovasculares e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme e obesidade grave.
  • Deficiência permanente severa.

Também serão atendidas gestantes e puérperas ( que tem filho recém-nascido ) com comorbidades e pessoas com síndrome de Down.

As vacinas aplicadas são a Pfizer e AstraZeneca e é necessário, além da apresentação do agendamento, também a comprovação das comorbidades e documentos pessoais, bem como o cartão do SUS.

Como foi o primeiro dia da vacinação para este público

Na terça-feira (18) o movimento no Campus I da Uniron estava tranquilo, ao contrário da vez anterior, no sábado (08) para o público de 55 anos para cima, em que foram registradas aglomerações, fila enorme e muita confusão.

Desta vez, não havia fila. Quem compareceu, foi atendido sem atropelo. A triagem também estava mais organizada.

Vacinação comorbidades acima de 50 anos na Uniron PVH – Foto: Marcelo Winter

Experiência pessoal

Na noite de segunda-feira (17) eu, Marcelo Winter (54) recebi por e-mail  a confirmação de meu agendamento para ser vacinado na terça-feira (18) por conta de comorbidades como obesidade, asma e hipertensão.

Atenção: em meu aplicativo Sasi não havia nada que indicasse o meu agendamento, só o e-mail.

Cheguei por volta das 11h e cerca de 45 minutos depois, fui imunizado com a vacina Pfizer e, ao contrário do que o presidente Bolsonaro disse em dezembro de 2020, eu não virei jacaré e o único sintoma sentido ao longo do dia foi sono moderado, o que me deixou feliz e tranquilo. O registro deste momento está abaixo: