Covid-19

Rondônia é o pior estado do Brasil na aplicação da primeira dose de vacina contra Covid-19

Pouco mais de 12 por cento da população de Rondônia tomou a primeira dose da vacina contra Covid-19. É o pior resultado do país.

Por Marcelo Winter - Rondônia Já

segunda-feira, 24/05/2021 - 06:29 • Atualizado 19:54
Rondônia é o pior estado do Brasil na aplicação da primeira dose de vacina contra Covid-19
Foto: Secom RO

Rondônia é o estado do Brasil que menos aplicou a primeira dose da vacina contra Covid-19. Apenas 12,25% da população (219.999 pessoas) foi contemplada.

Os dados, atualizados até a noite de domingo (23) fazem parte do levantamento feito pelo Consórcio de Veículos de Imprensa junto às Secretarias Estaduais de Saúde e mostram que os cinco estados com menor índice de aplicação da primeira dose da vacina estão todos localizados na Região Norte do Brasil, curiosamente, uma das regiões onde o atual presidente da República, Jair Bolsonaro, mais teve votos.

Rondônia lidera o Ranking negativo como é mostrado abaixo:

Estados com pior índice da primeira dose

1º) Rondônia: 12,25%  (219.999)

2º) Roraima:   12,39%  (78.230)

3º) Amapá:      13,57%  (116.954)

4º) Acre:           14,01%  (125.306)

5º) Tocantins: 15,16%  (241.046)

Fonte: Consórcio de Veículos de Imprensa/Secretarias Estaduais de Saúde

Vacinação em Porto Velho, Semusa

Foto: Prefeitura Porto Velho

Os estados campeões

Para entender a diferença entre os estados que menos aplicaram a primeira dose com aqueles que apresentaram os melhores índices, exibimos abaixo os três primeiros colocados no Ranking da vacinação positiva:

Estados com melhor índice da primeira dose

1º) Mato Grosso do Sul : 25,47%  (715.643)

2º) Rio Grande do Sul :   25,21%  (2.979.561)

3º) São Paulo :                   22,64% (10.480.230)

Fonte: Consórcio de Veículos de Imprensa/Secretarias Estaduais de Saúde

Comparativo

Em comparação com Mato Grosso do Sul, o estado que teve o maior índice de vacinação da primeira dose, Rondônia está abaixo da metade do percentual de pessoas vacinadas por lá.

Quando se trata de aplicação da segunda dose da vacina, Rondônia é o terceiro pior do Brasil, com índice de 6,77% (121.620), ficando atrás apenas do Amapá (5,96%) e do Acre (5,47%).