Covid-19

25 mortes e 758 novos casos de Covid foram registrados nas últimas 24h em Rondônia

11 vítimas são de Ji-Paraná, o município com maior número de mortes por Covid atualmente.

Por Marcelo Winter - Rondônia Já

terça-feira, 25/05/2021 - 06:00 • Atualizado 28/05/2021 - 16:07
25 mortes e 758 novos casos de Covid foram registrados nas últimas 24h em Rondônia
Paciente com Covid em leito de UTI - Foto: Geraldo Bubniak

Na segunda-feira (24) foram registradas 25 mortes por Covid-19 em Rondônia. Deste total 11, quase a metade, foram em Ji-Paraná, sendo 07 mulheres (91, 65, 61, 55, 48, 48 e 46 anos de idade) e 04 homens (96, 77, 62 e 48 anos de idade).

Porto Velho registrou 03 mortes, sendo 02 mulheres (64 e 36 anos de idade) e 01 homem de 53 anos.

Outros 08 municípios do interior também tiveram mortes por coronavírus registradas, são eles:

  • Santa Luzia D’Oeste, com 03 homens (73, 62 e 62 anos de idade);
  • Jaru, com 02 mulheres (30 e 28 anos de idade) ;
  • Machadinho D’Oeste, com 01 mulher de 43 anos e 01 homem de 53 anos;
  • Ariquemes, com 01 mulher de 68 anos;
  •  Candeias do Jamari, com 01 mulher de 70 anos;
  • Cerejeiras, com 01 mulher de 92 anos e;
  • Chupinguaia , com 01 homem de 45 anos de e;
  • Ouro Preto do Oeste, com 01 homem de 84 anos.

No total, 14 destas vítimas tinham mais de 60 anos.

Muitas vezes, a infecção é passada por pessoas jovens que não se preocupam com o uso de máscara, mas, ao voltar para casa, contaminam os familiares mais velhos.

Vale lembrar que a transmissão é controlada em dois casos: medidas de contenção rigorosas ou pelo uso da vacina.

Aqui em Rondônia, as duas opções, do jeito que são praticadas, se revelam insuficientes para conter a doença. Alguns dias antes do presidente da República, Jair Bolsonaro, inaugurar a ponte sobre o Rio Madeira, em Abunã, o governador Marcos Rocha (PSL) afrouxou a maior parte das medidas restritivas de circulação de pessoas.

Quanto à vacinação, Rondônia é o pior estado do Brasil no tocante à aplicação da primeira dose e o terceiro pior na segunda dose de vacina contra Covid-19. Algo estranho de compreender, visto que o governador Marcos Rocha se autodenomina “amigo de Bolsonaro”.

Lembrando, para os que ainda não acreditam na vacinação, que os Estados Unidos liberaram os vacinados com duas doses de usar máscara, em 13 de maio. Poderia ser assim no Brasil também, se o Governo Federal não tivesse recusado 11 ofertas de laboratórios para a aquisição de vacinas no ano passado.

LEIA MAIS SOBRE COVID-19 AQUI

Na segunda-feira (24) foram feitos os seguintes registros:

Casos confirmados – 226.107
Casos ativos – 6.454 
Mortes – 5.636 
Total de pacientes internados – 478
Pacientes aguardando leitos: 0
Testes Realizados – 597.752
Aguardando resultados do Lacen – 203

* População vacinada:
1ª Dose – 220.221
2ª Dose – 122.047

 

 

Leia mais sobre: , , ,