Covid-19

Porto Velho retoma vacinação de gestantes sem comorbidades e não faz divulgação prévia

A vacinação será feita no Campus da Uniron, na avenida Mamoré, zona leste da capital.

Por Marcelo Winter - Rondônia Já

segunda-feira, 31/05/2021 - 10:39
Porto Velho retoma vacinação de gestantes sem comorbidades e não faz divulgação prévia
Vacinação contra Covid-19 na Uniron - Foto: Marcelo Winter

A Prefeitura de Porto Velho retomou a vacinação das gestantes sem comorbidades no Campus da Uniron, na avenida Mamoré, zona leste da capital. Só que não foi feita nenhuma comunicação prévia no site da Prefeitura de Porto Velho. Entramos em contato com a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), mas, ainda aguardamos o posicionamento oficial.

Anatércia Costa está grávida de 4 meses. Ela espera uma menina. No dia 10 de maio estava na agenda da vacinação sem comorbidade, mas, não pôde comparecer porque havia tomado recentemente a vacina contra H1N1. No dia 12, por determinação da Anvisa, a Prefeitura suspendeu a vacinação de gestantes sem comorbidades, só retomando nesta segunda-feira (31), porém sem divulgar nada oficialmente. A futura mãe só conseguiu ser vacinada porque se informou nos jornais e sites sobre o retorno da imunização. Detalhe, ela era uma das poucas gestantes que compareceram nesta manhã à Uniron.

A retomada da vacinação de gestantes

O Estado de Rondônia, através de pacto entre SESAU e Comissão Intergestores Bipartide de Rondônia (CIB), decidiu  retomar a vacinação de gestantes e puérperas sem comorbidades desde o dia 20 de maio de 2021. As vacinas a serem utilizadas serão as da Pfizer e Coronavac, sendo retomada a vacinação somente agora, onze dias após o pacto. Além de Porto Velho, outros 26 municípios do interior também receberam as vacinas da Pfizer e Coronavac para gestantes.

A decisão do pacto decorreu do Alerta Epidemiológico publicado em maio pela AGEVISA/RO, onde relata a crescente mortalidade materna em 2021, comparativamente ao ano de 2020. Apenas no primeiro quadrimestre de 2021, de 21 mulheres, entre gestantes e puérperas, que vieram a óbito, 17 delas foram por Covid-19. Em 2020, 4 mulheres, de um total de 18, faleceram em decorrência dessa doença.

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

Vacinação de pessoas acima de 40

No mesmo Campus da Uniron, pessoas com comorbidades acima de 40 anos também estão sendo vacinadas nesta segunda-feira (31). A fila no início desta manhã estava grande.

Vacinação Uniron – Foto: Marcelo Winter