Covid-19

Rondônia é o segundo estado do Brasil com pior índice de imunização completa

Rondônia teve destaque nacional, no JN, por causa da péssima gestão da pandemia, conduzida pelo governador Coronel Marcos Rocha (PSL).

Por Marcelo Winter - Rondônia Já

sexta-feira, 23/07/2021 - 01:26
Rondônia é o segundo estado do Brasil com pior índice de imunização completa
Aplicação de vacina contra covid - Foto: Divulgação

Dos 27 estados mais o Distrito Federal, Rondônia é o que tem o segundo pior índice de imunização completa contra Covid. Somente 11,58% da população tomou as duas doses da vacina e está plenamente imunizada. O percentual é muito menor do que a média nacional de 17,25%.

Rondônia só fica atrás do Amapá, que tem só 10,36% da população imunizada, mas, o governo amapaense, na reportagem exibida no Jornal Nacional de quinta-feira (22) se justifica dizendo que o estado tem mais de 140 comunidades ribeirinhas, além de municípios em que comunidades estão distantes a mais de 100 quilômetros das sedes dos municípios”. O que não é o caso de Rondônia.

Mas, então por que Rondônia tem um índice tão ruim? Uma das explicações está no ocupante da cadeira de governador, o Coronel reformado da PM, Marcos Rocha (PSL). Desde o princípio da pandemia, atuou em plena sintonia com as ideologias de seu mentor e criador, o presidente Jair Bolsonaro.

Em Rondônia, ao invés de forte pressão para que o Ministério da Saúde enviasse mais vacinas, o Coronel Marcos Rocha se contentou com a quantidade mínima que era mandada. Até mesmo o estado vizinho do Amazonas, que também tem forte presença do bolsonarismo entre a classe política lidou de forma bem diferente com esta questão, chegando até mesmo a acionar a Justiça para o recebimento de mais vacinas.

O que faltava no recebimento de vacinas, sobrava em remédios de eficácia duvidosa, o dito “Kit Covid”. Nas várias testagens rápidas feitas pelo Governo, quando era constatada a doença, rapidamente a pessoa recebia um Kit com Ivermectina, Azitromicina e, é claro, a Cloroquina, o carro chefe da propaganda fake de tratamento contra o coronavírus.

Mapa do JN sobre os estados que menos imunizaram contra Covid – Foto: TV Globo/JN

O outro lado da moeda

No outro extremo, o estado que mais fez imunização completa, com as duas doses e a dose única da Janssen, está o Mato Grosso do Sul, que é quase vizinho de Rondônia, mas, a proximidade é apenas física. A imunização de Rondônia é quase três vezes menor do que o Mato Grosso do Sul, que exibe invejável índice de 29,85% da população plenamente imunizada.

Na reportagem exibida pelo Jornal Nacional, o infectologista Júlio Croda, professor da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, explica que o bom desempenho do estado se deve a três fatores – inclusive o incentivo financeiro a cidades que vacinarem mais rápido.

“Primeiro: uma boa cobertura de atenção primária. Segundo: estabelecer metas de vacinação com incentivo financeiro de R$ 2,10 por vacina; e terceiro: por ter recebido um quantitativo a mais de doses, por conta de uma população indígena grande, a segunda maior do país, e por conta de um projeto específico na região de fronteiras que imunizou mais de 90% de toda população de três cidades”, explica Júlio Croda.

Fica aí uma dica para que Rondônia seja governada com mais inteligência e menos ideologia.

Mapa JN dos estados que mais imunizaram – Fonte: TV Globo/JN