Meio Ambiente

Centenas de peixes mortos causam mau cheiro no Skate Park da capital

Os peixes mortos estão num córrego que se tornou esgoto a céu aberto bem ao lado da pista de caminhada do Skate Park de Porto Velho.

Por Marcelo Winter - Rondônia Já

terça-feira, 04/05/2021 - 07:00 • Atualizado 16/05/2021 - 21:11
Centenas de peixes mortos causam mau cheiro no Skate Park da capital
Peixes mortos ao lado da pista de caminhada do Skate Park em Porto Velho - Foto: Marcelo Winter

Centenas de peixes em estado de decomposição estão no córrego ao lado da pista de caminhada do Skate Park, no cruzamento das Ruas Rio Marmelo e Ananias, zona leste de Porto Velho. O cheiro forte incomoda a todos que vão ao local.

A professora Isabela Melo(19) estava com a mãe no final da tarde de segunda-feira(03) e se deparou com a cena e o odor de podridão. Ela, que percorre a pista nos dias úteis da semana, disse que nunca viu uma cena igual na localidade.

Professora Isabela Melo – Foto: Marcelo Winter

Os peixes e o professor

Na manhã de domingo, os peixes foram notados pela primeira vez por Osmar Siena, ex-reitor e professor da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). O docente se preparava para caminhar e ficou admirado em ver tanto peixe num local que atualmente está mais para esgoto do que córrego, só que eles estavam morrendo. Em seguida tirou fotos, filmou e publicou em uma rede social.

 

Um dia depois, na manhã de segunda-feira, o ex-reitor tirou mais fotos dos peixes já mortos e publicou novamente. Segundo o professor, não foi a primeira vez que isto aconteceu e levantou a hipótese de chuvas terem feito algum criadouro particular escoar o pescado pelo igarapé até o local onde foram encontrados. Mas, os peixes, que se parecem com as espécies Jaraqui e Cará não são normalmente criados em cativeiro por causa do baixo valor comercial.

Peixes mortos no Skate Park em Porto Velho – Foto: Osmar Siena

No córrego, nossa equipe flagrou outra espécie de peixe conhecido como cascudo, desta vez viva. A causa da morte do outro tipo de pescado é desconhecida.

Até o início da noite de segunda-feira nenhuma equipe da Prefeitura de Porto Velho compareceu ao local para fazer a limpeza do córrego. O Skate Park e a pista de caminhada são administrados pela capital.

A Secretaria do Meio Ambiente de Porto Velho está investigando o caso. A apuração, segundo a prefeitura, está em andamento desde segunda-feira(03).