Notícia

Zé Trovão pede para caminhoneiros retirarem faixas de apoio a Bolsonaro – VÍDEOS

Zé Trovão está no México e autoridades já ligaram para hotel onde ele estava comunicando a prisão.

Por Redação Rondônia Já

quinta-feira, 09/09/2021 - 14:50 • Atualizado 10/09/2021 - 13:18
Zé Trovão pede para caminhoneiros retirarem faixas de apoio a Bolsonaro – VÍDEOS
Zé Trovão - Foto: Reprodução WhatsApp

O caminhoneiro bolsonarista Zé Trovão disse, na tarde desta quinta-feira (9), em vídeo enviado do México, que o movimento da categoria na Esplanada dos Ministérios e em vários pontos do país, não se trata de apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), mas um movimento contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, e a corrupção.

Após ter anunciado que seria preso “em instantes” pela Polícia Federal, o caminhoneiro afirmou que decidiu continuar a fugir das autoridades.

“Nossa luta é contra os desmantelos do STF. É contra o Alexandre de Moraes. A nossa luta é contra a corrupção, bandidagem. Nós não estamos de maneira nenhuma defendendo o presidente Bolsonaro, nem contra, nem a favor. Nós estamos lutando pelo Brasil. Essa luta é brasileira. Pelo amor de Deus, as paralisações aí precisam ter faixas com a cara do Alexandre de Moraes, pedindo o impeachment dele.”

E prosseguiu: “Vamos, tirem as faixas em que está escrito Bolsonaro, apoio a Bolsonaro! Vamos lutar pelo certo, não estamos lutando a favor do Bolsonaro. Estamos lutando a favor da família brasileira, dos bons costumes”.

VEJA O VÍDEO:

Mais cedo, Zé Trovão anunciou em um vídeo que estaria no México e que seria preso “em instantes” pela Polícia Federal. Ele foi encontrado pela corporação com a ajuda do Itamaraty. De acordo com o bolsonarista, autoridades ligaram para o hotel em que ele está hospedado para comunicar a prisão.

O homem ainda insiste para que os manifestantes tentem “parar o país”. “Vamos para as ruas agora, vamos parar tudo. Empresários, fechem suas empresas e vamos para as ruas salvar o nosso Brasil. Dá tempo ainda, conto com vocês”, finalizou.

Zé Trovão teve a prisão decretada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na semana passada. Ele, contudo, fugiu.

Mais cedo, Zé Trovão gravou outro vídeo, pedindo a Jair Bolsonaro “pelo amor de Deus, presidente” para fazer algo pelos caminhoneiros que estariam sendo pressionados pela PM a deixar a Esplanada dos Ministérios em Brasília.

VEJA O VÍDEO:

 

Fonte: Metrópoles