Notícia

Após veto, padre Júlio Lancellotti vai distribuir absorventes para população carente

Além do padre, o presidente do Senado e o prefeito de Porto Velho também se manifestaram contra veto de Bolsonaro.

Por Redação Rondônia Já

sexta-feira, 08/10/2021 - 19:28 • Atualizado 19:35
Após veto, padre Júlio Lancellotti vai distribuir absorventes para população carente
Mulher com absorvente de papel - Foto: Ilustrativa

A deputada Sâmia Bomfim (PSOL-SP) e o padre Julio Lancellotti vão distribuir absorventes para pessoas em situação de rua neste sábado (9), no viaduto Alcântara Machado, na zona leste de São Paulo. O coletivo feminista Juntas! também participará da ação.

Ao todo, serão distribuídos 500 fardos de absorventes. “Essa será uma das atividades que faremos em resposta ao recente veto do presidente Jair Bolsonaro ao projeto de lei que determinava a distribuição gratuita de absorventes para estudantes de baixa renda, pessoas em situação de rua ou de extrema vulnerabilidade social e pessoas encarceradas”, afirma Sâmia.

Veto candidato a ser derrubado, segundo Pacheco

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), se uniu à movimentação em curso na sociedade e também reagiu nesta sexta-feira (8) ao veto presidencial à distribuição gratuita de absorventes para estudantes de baixa e renda em mulheres em situação de vulnerabilidade, como moradoras de rua e presidiárias.

Pacheco disse que o veto é “candidatíssimo a ser derrubado”.

“Sobre o projeto de lei que prevê o fornecimento de absorventes pelo SUS, pautei no Senado e aprovamos rapidamente porque queríamos transformar essa realidade. São impressionantes as histórias de proteção com papel de jornal e miolo de pão por adolescentes e mulheres carentes”, escreveu em redes sociais.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) havia vetado nesta quinta (7) a distribuição gratuita de absorvente, que constava em projeto de lei aprovado no Congresso em setembro.

Prefeito Hildon Chaves com projeto de distribuição de absorventes em escolas – Foto: Divulgação

Prefeito de Porto Velho quer distribuir absorventes para adolescentes de baixa renda

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB-RO), anunciou, na sexta-feira (8), através das redes sociais, um projeto de lei que busca viabilizar a distribuição de absorventes íntimos femininos a adolescentes de baixa renda de toda a rede escolar de Porto Velho.

O projeto será encaminhado à Câmara Municipal de Vereadores já na próxima semana para discussão. O assunto ganhou destaque nacional após o governo federal vetar um projeto de lei que previa a distribuição gratuita do item a alunas de todo o país.

“Aqui em Porto Velho nós seguiremos o caminho contrário e estamos encaminhando aos vereadores um projeto que busca resolver isso em duas vertentes”, afirmou o prefeito.

A primeira diz respeito as alunas adolescentes de toda a rede escolar de Porto Velho que estão em situação de vulnerabilidade social.

Já a segunda vertente busca atender, também, mulheres adultas que estejam na mesma condição socioeconômica.

 

Fontes: Folha de São Paulo e Superintendência de Comunicação de Porto Velho