Polícia

Bebê é encontrado vivo após mãe o jogar no quintal de uma casa abandonada

O estado da criança era deplorável, segundo os policiais, pois ela estava suja de sangue e ainda tinha o cordão umbilical

Por Marcos Gomes - Rondônia Já

quarta-feira, 28/04/2021 - 17:24
Bebê é encontrado vivo após mãe o jogar no quintal de uma casa abandonada

Na noite de terça-feira (27) a polícia militar de Ji-Paraná encaminhou para a delegacia uma mulher que foi identificada pelas iniciais C.S.N. por abandonar o próprio filho recém-nascido no quintal de uma residência abandonada, a ocorrência só pode ser averiguada após o contato de outra mulher que avisou sobre o choro de criança no meio de um matagal.

Segundo relato descrito no Boletim de Ocorrência, logo após a polícia ter sido acionada para verificar a veracidade do abandono, os policiais chegaram até o local indicado e se depararam com o bebê em um mato que ficava no quintal da casa.

O estado da criança era deplorável, segundo os policiais, pois ela estava suja de sangue, ainda tinha o cordão umbilical e já estava com formigas e larvas varejeiras no corpo.

Os agentes viram que se tratava de um menino, e junto com a mulher que acionou a polícia, pegaram o bebê levaram com urgência para o Hospital Municipal do município, onde ficou constatado que a criança já apresentava lesões pelo corpo devido as formigas.

No hospital todos foram informados pelo médico plantonista que o bebê devia ter nascido na segunda-feira (26), por isso estava nas condições em que foi encontrada.

O fato que corroborou a informação do médico é que na segunda-feira uma mulher deu entrada na maternidade com sangramento e tinha característica de ser parturiente, mas um detalhe chamou a atenção dos funcionários, ela não estava com criança alguma e não quis prestar nenhum esclarecimento sobre o que aconteceu para estar sangrando.

Essa informação acabou levando os policiais ao endereço dessa mulher, que negou ter abandonado a criança quando perguntada, porém após a insistência dos agentes ela acabou confessando que o bebê era seu.

Ela alegou que achou que a criança havia nascido morta, por isso jogou no quintal abandonado do vizinho.

O Conselho Tutelar foi acionado e a mãe da criança, assim como o seu esposo foram conduzidos a delegacia para prestar esclarecimento.