Polícia

Fanático religioso ameaçou matar quem não se convertesse em Jaru/RO

O homem que estava com uma bíblia e uma faca apresentava transtornos mentais e foi detido pela PM.

Por Marcelo Winter - Rondônia Já

segunda-feira, 17/05/2021 - 15:41 • Atualizado 19/05/2021 - 17:11
Fanático religioso ameaçou matar quem não se convertesse em Jaru/RO
Fanático com transtornos detido pela PM - Foto: Redes sociais

Um jovem de 26 anos foi preso por volta das 22h de domingo (16) em Jaru, município distante cerca de 300 km de Porto Velho. Segundo a ocorrência policial, ele estava com uma faca e uma bíblia abordando as pessoas e perguntando se acreditavam em Deus.

De acordo com os policiais militares que foram ao local, o homem disse ter recebido a missão de “falar em nome de Deus e os que não aceitassem era para ele matar com aquela faca e que posteriormente acertariam as contas no céu”

Durante a abordagem, os policiais perceberam que o jovem apresentava sinais de transtornos mentais e procuraram convencer ele a se entregar, mas, em nenhum momento soltou a faca. Após minutos de muita tensão, o suspeito fugiu pelas ruas do setor 03 de Jaru em uma área movimentada, próxima de uma lanchonete com grande movimentação de pessoas.

Para deter o suspeito, os policiais o cercaram e dispararam tiros de advertência com fuzil e munição de menor potencial. O jovem ainda conseguiu fugir até a Praça da Igreja Matriz, que também estava movimentada e um novo cerco foi feito para evitar que ele atacasse quem estava próximo.

Só depois de novos disparos de fuzil de advertência é que o homem soltou a faca, mas, mesmo assim, ofereceu resistência e precisou ser algemado.

Pessoas que estavam no local filmaram a ação policial. O vídeo está disponível abaixo:

Caso psiquiátrico

No hospital Municipal de Jaru, para onde foi conduzido pela PM, o suspeito relatou ao pisiquiatra que estava ouvindo há cerca de 4 meses uma voz que dizia para ele pegar uma bíblia e fosse falar com as pessoas sobre Deus e matar quem não aceitasse se converter.

Diante do quadro claro de transtorno mental, o jovem foi internado. A ocorrência foi registrada como ameaça.

Fonte: Polícia Militar de Jaru/RO