Polícia

Tribunal do Crime de facção de Boa Vista executa jovem do Amazonas

Uma adolescente de Boa Vista atraiu a vítima para a emboscada, após marcar encontro por rede social.

Por Redação Rondônia Já

sexta-feira, 25/06/2021 - 23:59
Tribunal do Crime de facção de Boa Vista executa jovem do Amazonas
Viatura do IML de Boa Vista - Foto: divulgação

Dois homens foram detidos pela Delegacia Geral de Homicídios (DGH) da Polícia Civil, acusados de homicídio contra Lucas Gabriel da Silva Costa, 16 anos, executado a facadas e golpes de pedra na cabeça, em Boa Vista (RR), na noite de terça-feira (23).

Os sujeitos afirmaram que o crime ocorreu por motivo do adolescente pertencer a uma facção rival. O rapaz era do Amazonas e estava em Boa Vista há 15 dias. O jovem teria passado por um “Tribunal do Crime” antes de ser assassinado. Uma adolescente, que atraiu Lucas Gabriel para a emboscada, foi apreendida pela polícia.

 

INVESTIGAÇÕES

O corpo do rapaz foi encontrado na quinta-feira (24). De acordo com informações da delegada Luciana Kulay, os agentes da DGH inicialmente localizaram a garota que atraiu Lucas Gabriel para a morte. Ela confessou fazer parte de uma facção criminosa.

A adolescente revelou à polícia que contactou uma pessoa que tem o cargo de “disciplina” na facção e foi montada uma espécie de “Tribunal do Crime”, no qual o rapaz e a irmã foram “julgados”.

Lucas conheceu a jovem através de uma rede social e marcaram de se encontrar na praça do bairro Buritis. O rapaz foi ao local acompanhado da irmã, A.S.C., 19 anos. A integrante de facção criminosa convidou Lucas para ir até o bairro João de Barro, acompanhados de A.S.C.

Crime ocorreu no Bairro João de Barro

Crime ocorreu no Bairro João de Barro – Foto: Semuc/PMBV

Chegando no local, se depararam com três homens que renderam o rapaz e a irmã dele. A menina foi amarrada e Lucas foi arrastado para um matagal, a poucos metros, onde foi executado a golpes de faca e pedradas na cabeça.

“O grupo fez a emboscada, amarraram o rapaz e receberam uma ligação autorizando a morte dele”, detalhou a delegada. “O homem que dava as ordens pelo telefone liberou a irmã da vítima por ela não ter envolvimento com nenhuma facção”, disse a titular. A garota conseguiu fugir do local e pedir socorro.

Foram presos em flagrante dois indivíduos, C.A.S, 27 anos, e D.S.S., 22 anos. A adolescente apreendida estava em posse do telefone celular da vítima.

A delegada Lucia Kulay lavrou um Auto de Apreensão em Flagrante por ato Infracional contra a jovem por homicídio qualificado com motivo fútil e por emboscada. Após os procedimentos legais, ela foi encaminhada ao Centro Socioeducativo (CSE) de Boa Vista.

Conforme informações da delegada, D.S.S. admitiu ter participado do crime. Contra ele foi lavrado um Auto de Prisão em Flagrante.

“C.A.S. disse que só estava presente no local do crime, mas não teve participação”, afirmou a titular. Contra ele também foi lavrado um Auto de Prisão em Flagrante pelos mesmos crimes. Os dois homens foram entregues à Justiça para Audiência de Custódia, na manhã da sexta-feira (25).

Após as diligências policiais, um terceiro participante da execução foi apontado. O homem está sendo procurado pela equipe da DGH.

“É importante destacar o desempenho de toda a equipe da DGH. Os policiais agiram com muita perspicácia, agilidade e comprometimento, contribuindo de forma positiva para solucionar o crime em poucas horas, o que resultou na prisão dos envolvidos. Vamos continuar as diligências para efetuar a prisão de uma terceira pessoa que já está totalmente identificada”, concluiu a delegada.