Polícia

Enfermeiro é detido por cultivar maconha em estufa dentro de apartamento

A Superintendência Estadual de Repressão de Narcotráfico recebeu denúncias, via Whatsapp, de que havia odor de entorpecentes vindo do apartamento do enfermeiro.

Por Redação Rondônia Já

sexta-feira, 16/07/2021 - 15:58
Enfermeiro é detido por cultivar maconha em estufa dentro de apartamento
Estufa de cultivo de droga encontrada dentro de apartamento do enfermeiro - Foto: divugação

Um enfermeiro de 40 anos foi preso em flagrante por cultivar, numa estufa, pés de maconha dentro de seu apartamento, em São Luís, Maranhão. A prisão foi efetuada na quinta-feira(15), pela Polícia Civil.

O homem foi flagrado em seu apartamento, no bairro do Recanto do Vinhais, cultivando uma espécie de maconha, conhecida como Skank. O enfereiro afirmou que a droga é de uso pessoal.

Conforme informações da polícia, a Superintendência Estadual de Repressão de Narcotráfico (Senarc) recebeu denúncias, via Whatsapp, de que havia odor de entorpecentes vindo do apartamento onde o homem reside.

O enfermeiro foi encaminhado à Senarc, onde relatou que é usuário da droga há mais de 25 anos e que fazia o cultivo da planta para não ter que frequentar bocas de fumo.

A Polícia Civil constatou que o cultivo da planta era para uso próprio do homem. Diante dos fatos, foi emitido um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) em desfavor do enfermeiro, pelo crime inserido no artigo 28, §1º, da Lei de Drogas, que afirma que deve ser penalizado quem “adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar”.

Após assinar o TCO, o enfermeiro foi liberado pela polícia. Segundo a Lei de Drogas, ele poderá ser penalizado com “advertência sobre os efeitos das drogas; prestação de serviços à comunidade; medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo”.