Polícia

Sogro mata à golpes de facão genro que esfaqueou esposa

Pai e filha estão fugidos, sendo procurados pela polícia.

Por Redação Rondônia Já

segunda-feira, 19/07/2021 - 16:49
Sogro mata à golpes de facão genro que esfaqueou esposa
Polícia Científica no local do crime - Foto: Olho de Boto/SN

Um jovem de 19 anos foi morto pelo sogro, com 10 perfurações de facão, na noite do domingo (19), em uma chácara do km-19 da BR-210, Macapá (AP).

O sogro do rapaz, suspeito da autoria do crime, trabalhava como caseiro da chácara. Após o homicídio, ele fugiu do local e não foi visto.

Conforme informações do delegado César Ávila, da Delegacia de Homicídios, tudo começou com uma briga do casal. Marcelo Silva Chaves, 19 anos, saiu da residência onde morava com a mulher e foi até chácara. Chegando ao local, relatou aos sogros que havia agredido sua esposa. O pai dela não gostou e os dois brigaram, resultando na morte do genro.

“A vítima morava nas proximidades. Chegou anunciando que tinha esfaqueado a própria mulher, e o sogro não gostou”, informou o delegado Ávila.

O local do crime foi preservado pelos policiais do 2º Batalhão até a chegada da perícia, que constatou as perfurações no corpo de Marcelo. As facadas atingiram a região cervical, cabeça e braços da vítima.

Policiais e peritos observando o corpo da vítima

Policiais e peritos observando o rapaz, morto pelo sogro a golpes de facão – Foto: Olho de Boto/SN

A arma utilizada no homicídio não foi achada, mas, além do corpo na área externa da residência, foram encontradas muitas manchas de sangue no chão.

Os investigadores da PC foram até a casa onde o jovem morava, mas a esposa dele não foi localizada. A residência estava revirada, com algumas garrafas de bebidas alcoólicas espalhadas. A suspeita é de que a mulher tenha fugido junto com o pai.

“Provavelmente fugiram para sair do flagrante, caso eles não se apresentem à delegacia, a gente vai atrás, já temos as identidades dos dois”, informou Àvila.

Na residência da chácara foi encontrada apenas a sogra da vítima, que relatou tudo à polícia.

Fonte: SelesNafes.com