Polícia

Mãe descobre que filha de 3 anos foi estuprada após ser “cuidada” pela babá-VÍDEO

A babá afirmou que a criança foi atropelada, mas que estava com poucos ferimentos.

Por Redação Rondônia Já

segunda-feira, 02/08/2021 - 17:17 • Atualizado 03/08/2021 - 16:14
Mãe descobre que filha de 3 anos foi estuprada após ser “cuidada” pela babá-VÍDEO
Criança de 3 anos foi estuprada - Foto: VGN

Mãe de uma menina de 3 anos descobre, durante o banho, que filha estava com machucados e roxidão nas partes íntimas, apresentando fortes indícios de abuso sexual. O caso foi registrado na noite de domingo (1º), após a mãe levar a vítima até o Pronto Socorro de Várzea Grande (MT) e, durante o atendimento médico, ser informada pela plantonista que a criança estava com indícios de penetração.

De acordo com relatos da mãe, após um dia de trabalho no último sábado (31), a mulher foi buscar a criança na casa da babá. Neste momento, a cuidadora contou que a menina havia sido atropelada, mas estava com poucos ferimentos.

Contudo, ao chegar em casa, a mãe da criança fez alguns curativos e a menina não quis tomar banho. A mãe, sem desconfiar, atendeu o pedido da filha. Conforme relato da mulher, num primeiro momento ela verificou que a criança apresentava machucados nas costas.

No dia seguinte, a mãe precisou obrigar a filha a tomar banho. Segundo a mulher, a garota se negava a tirar a roupa. Ao convencer a criança e colocá-la na banheira, ela teria gritado de dor. Foi neste momento que a mãe percebeu que a genitália da menina apresentava machucados e roxidão.

Ao ser questionada pela mãe, a criança disse que um “titio” havia beijado a boca dela e mexido em suas partes íntimas. Quando a menina reclamou que estava doendo, o homem disse “está doendo porra nenhuma”. A criança foi levada imediatamente ao P.S. local.

Veja o vídeo:

Na unidade de saúde a médica afirmou que um atropelamento jamais causaria aquele tipo de lesão que a criança apresentava em suas partes íntimas. A profissional então afirmou que a menina havia sido molestada e aconselhou a mãe a acionar a polícia.

A mãe foi até a delegacia e após denúncia, a babá e dois suspeitos se entregaram na Central de Flagrantes, no Parque do Lago, em Várzea Grande. Eles estavam acompanhados por um advogado.

O caso é investigado pela Polícia Judiciária Civil.