Polícia

Cão Chow Chow, de origem chinesa, ataca e mata bebê de um ano e meio

O bebê estava com múltiplas lesões profundas na região do couro cabeludo e na região do rosto.

Por Redação Rondônia Já

quarta-feira, 04/08/2021 - 15:21 • Atualizado 19:34
Cão Chow Chow, de origem chinesa, ataca e mata bebê de um ano e meio
Cão da raça Chow Chow matou bebê de um ano e 6 meses - Foto: divulgação

Um bebê de apenas um ano e 6 meses morreu, na terça-feira (3), após ser atacado por um cachorro da raça Chow Chow, no bairro Jaime Seitti Fujji, em Lucas do Rio Verde (MT). A vizinha chegou a ajudar a mãe, levando a criança para o hospital, mas ela não resistiu aos ferimentos.

De acordo com as informações, a mãe estava trocando a fralda do filho no terraço da casa e quando terminou, foi até o banheiro jogar a fralda no lixo.

Quando voltou, encontrou a cadela atacando a criança. Assim que viu, saiu correndo para salvar o filho. Outros 5 cães que ela tem na casa – 3 da raça Chow Chow e 2 vira-latas – começaram a atacar o cachorro que estava em cima da criança.

Assim que ela conseguiu pegar o bebê no colo e com a ajuda da vizinha, levou o menino para o hospital, onde recebeu os primeiros atendimentos. O bebê chegou com parada cardiorrespiratória, não respondeu aos estímulos e a morte foi confirmada às 12h20.

Segundo o prontuário, o menino estava com múltiplas lesões profundas na região do couro cabeludo, na região do rosto, no supercílio com sangramento abundante e apnéia. O caso foi registrado pela Polícia Civil da cidade.

OUTROS ATAQUES DA RAÇA CHOW CHOW

Uma criança de um ano e cinco meses de idade foi atacada e morta por um cão da raça Chow-Chow na Fazenda Patos, em uma região conhecida como Cachoeira do Paiol, na cidade de Frei Inocêncio , a 45 quilômetros de Governador Valadares (MG).

A Polícia Militar informou que o pai da criança, quando viu o ataque do cão, partiu em defesa da filha, e também foi atacado pelo cachorro, levando várias mordidas. A tragédia aconteceu no dia 11 de outubro de 2020.

De acordo com a Polícia Militar, o médico plantonista informou que a menina chegou ao hospital com vida, mas com muitos ferimentos provocados pelas mordidas do cachorro, no rosto, pescoço, cabeça e na nuca. Apesar de todos os esforços do médico e enfermeiras, a menina morreu no hospital.

O TEMPERAMENTO DA RAÇA

Outros ataques a crianças e adultos foram relatados em outras reportagens, no Brasil e no mundo, durante variados períodos. Portanto, é preciso saber adestrá-lo corretamente antes de adquirir esse cão. Só assim, ele pode se tornar um bom amigo seu e da sua família.

Cachorro da raça Chow Chow

Cachorro da raça Chow Chow – Foto: divulgação

O cachorro Chow-Chow precisa de alguns cuidados em relação à personalidade: por ser um pouco desconfiado e teimoso, o pet pode ter comportamentos agressivos se não adestrado corretamente. A melhor maneira de evitar essa conduta é socializando-o adequadamente.

Para isso, leve o amigo para passear todos os dias e permita que ele conheça outros pets e pessoas. É importante que essa socialização seja feita enquanto filhote, assim, a adaptação será mais rápida e o pet cresce com comportamentos sociáveis.

A raça Chow-Chow também é superprotetora e leal, então, se ele perceber que está acontecendo alguma coisa errada com o tutor, poderá apresentar alguns comportamentos inadequados na tentativa de ajudar o dono.

Saiba que nenhuma raça é perigosa. Na verdade, todos os cachorros podem apresentar comportamentos ariscos quando não são bem introduzidos ao ambiente em questão.

Além disso, a falta de atenção, cuidados mínimos e alimentação também deixa o animal infeliz e, consequentemente, perigoso. Portanto, preste atenção se o pet está com o comportamento indevido por algum dos motivos citados.

Portanto, o mais importante na hora de considerar adotar um Chow-Chow é o tempo que pode ser dedicado ao pet, tanto para treiná-lo como para dar a atenção que o amigo de quatro patas merece. Pois, se bem cuidado, é um companheiro muito carinhoso e obediente.

Fonte:  com informações do Blog Petz