Polícia

Sargento do RJ é preso por pilotar helicóptero com quase 300 kg de cocaína

O helicóptero, que caiu no domingo (1), está em nome de um policial civil do Distrito Federal.

Por Redação Rondônia Já

quinta-feira, 05/08/2021 - 16:36 • Atualizado 21:38
Sargento do RJ é preso por pilotar helicóptero com quase 300 kg de cocaína
Helicóptero com drogas, que caiu no domingo, foi pilotado por Sargento do CBM - Foto: divulgação

3º Sargento do Corpo de Bombeiros do RJ, identificado como Alberto Ribeiro Pinto Júnior, 45 anos, foi preso em flagrante na quarta-feira (4), no pasto da Fazenda Nova Esperança, em Poconé (MT), após assumir que pilotava o helicóptero que caiu na região, no domingo (1), carregado com 280 kg de cocaína. Ele ainda tentou subornar policiais para se livrar da prisão.

Militares do Corpo de Bombeiros estavam combatendo um incêndio na região onde caiu o helicóptero, quando encontraram o sargento, que estava bastante debilitado.

No primeiro momento do resgate, o sargento se identificou apenas como um mecânico, que estava no local para retirar peças da aeronave caída na região. Após ser revistado, ele admitiu aos colegas de corporação que era o piloto do helicóptero.

Ele recebeu voz de prisão dentro da viatura. Durante o caminho, tentou subornar a equipe, afirmando que ‘o chefe dele autorizou a negociar valores para quem o capturasse’, o que foi negado.

Consta na  Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que o dono da aeronave é o papiloscopista policial Ronney José Barbosa Sampaio, do Distrito Federal. De acordo com ele, o helicóptero foi vendido para um homem que mora em Mato Grosso do Sul (MS), que não foi localizado pela reportagem.

Um isqueiro foi encontrado com o sargento e os bombeiros acreditam que foi ele quem incendiou a área, na noite de terça-feira. Celular, cartão de banco, objetos pessoais e roupas também foram encontrados com o sargento, que foi encaminhado à delegacia da cidade de Poconé.

Fonte: com informações da Gazeta Digital