Política

Eduardo Bolsonaro é vaiado em loja da Apple em Nova Iorque – VÍDEO

Eduardo Bolsonaro foi chamado de “vergonha para o Brasil”.

Por Redação Rondônia Já

terça-feira, 21/09/2021 - 02:42 • Atualizado 23/09/2021 - 00:59
Eduardo Bolsonaro é vaiado em loja da Apple em Nova Iorque – VÍDEO
Eduardo Bolsonaro em NY - Foto: Reprodução redes sociais

Bancado pelos impostos pagos pelos brasileiros, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, que está em Nova York na comitiva do pai, foi às compras.

Foi vaiado (veja o vídeo), além de ser chamado de “vergonha brasileira”, na Apple Store da 5ª Avenida, uma das lojas mais famosas do mundo.

Eduardo está nos Estados Unidos com a comitiva do presidente, que participará da 76ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas). Um vídeo da confusão viralizou nas redes sociais na 2ª feira (20). Em certo momento, entre gritos de “fora Bolsonaro”, o autor da gravação diz que o congressista é uma “vergonha para o Brasil”.

VEJA O VÍDEO:

Viagem da família Bolsonaro à NY

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) embarcou para Nova York na manhã do último domingo (19), na Base Aérea de Brasília. Ele fará o discurso de abertura da Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) nesta 3ª feira (21).

Desde a 10ª Assembleia da ONU, em 1955, o Brasil é o 1º a discursar. A expectativa dos países é que o discurso aborde temas relacionados à crise sanitária e econômica causada pela pandemia de covid-19, à preservação da Amazônia, entre outros assuntos. Na realidade, Bolsonaro afirmou que aproveitará o evento para defender o marco temporal, um projeto que se colocado em prática vai estimular a invasão das terras indígenas.

No grupo também estão o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e os seguintes ministros:

  • Eduardo Ramos (Secretaria Geral);
  • Carlos Alberto França (Relações Exteriores);
  • Paulo Guedes (Economia);
  • Joaquim Leite (Meio Ambiente);
  • Anderson Torres (Segurança Pública);
  • Gilson Machado (Turismo);
  • Marcelo Queiroga (Saúde).

Rondonia Já com informações do Blog do Ancelmo/O Globo e do Poder 360