Violência no campo

Rondônia é o quarto estado com maior número de conflitos por terras do Brasil

Os dados fazem parte do anuário Conflitos no Campo 2020, uma publicação nacional da Comissão Pastoral da Terra.

Por Marcelo Winter - Rondônia Já

terça-feira, 01/06/2021 - 02:02 • Atualizado 15/06/2021 - 19:39
Rondônia é o quarto estado com maior número de conflitos por terras do Brasil
Reintegração de posse em RO - Foto: Divulgação

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) lançou na segunda-feira (31) a publicação Conflitos no Campo 2020. O anuário contém uma série de dados sobre as estatísticas dos últimos 10 anos e também ao longo do ano passado dos conflitos envolvendo questões agrárias, trabalho escravo, questões hídricas e violência no campo.

A publicação mostra que as regiões do Brasil que mais tiveram ocorrências de conflitos no campo são Norte e Nordeste, este último, liderando até 2014, e, a partir de então, o Norte assume a liderança.

De acordo com o levantamento realizado, nos últimos dez anos (2011/2020) foram registradas 10.077 ocorrências de conflitos por terra, quase o dobro da década anterior (2001 a 2010) que teve o total de 6.050.

Os dez estados mais conflituosos da Federação, ao todo, somam 7.488 ocorrências de conflitos, 74,3%  do total.

Em primeiro lugar, está o Maranhão, com 1.772 ocorrências, seguido de Pará, com 1.169; Bahia, com 827; Rondônia, em quarto lugar, com 788; Mato Grosso, com 564; Amapá, com 557; Acre, com 555; Pernambuco, com 433; Mato Grosso do Sul, com 426; e Minas Gerais, que apresentou nos últimos dez anos 397 ocorrências.

Conflitos no Campo 2020 Brasil – Foto: CPT

Conflitos no campo em 2020

A publicação também faz um levantamento anual da quantidade de conflitos no campo. Em 2020, no Brasil, foram registrados 2.054 conflitos no campo, com 914.144 pessoas envolvidas. Aumento de 8% em relação à 2019, que teve 1.903 conflitos.

O país registrou no ano passado 18 assassinatos (07 vítimas indígenas), 35 tentativas de assassinatos (12 vítimas indígenas e 159 ameaças de morte (25 vítimas indígenas). Todas estas ocorrências são referentes à conflitos agrários.

Os números referentes à Rondônia são os seguintes: 01 assassinato ( Ari Uru Eu Wau Wau em abril/20); 01 tentativa de assassinato ( 01 assentado em Machadinho d’Oeste ) e 18 ameaças de morte. Na questão de assassinatos no campo, Rondônia e mais 5 estados estão em terceiro lugar ( 01 cada), atrás do Amazonas e Maranhão ( 05 cada) e Roraima (02).

A violência contra ocupação e posse no Brasil em 2020 ( conflito por terra) totaliza 1.608 ocorrências, sendo os estados com maior incidência os seguintes:

  1. Pará, com 248 ocorrências;
  2. Maranhão, com 203 ocorrências;
  3. Mato Grosso, com 169 ocorrências e:
  4. Rondônia, com 133 ocorrências (6.846 pessoas envolvidas).

Em 2020, Rondônia também teve 03 ocorrências de trabalho escravo, com 09 trabalhadores (01 adolescente) libertos.

Fonte: Conflitos no Campo 2020 – CPT ( Comissão Pastoral da Terra )